Desenrola Fies: saiba como obter o desconto nas dívidas

Descubra como é realizado a concessão de desconto nas dívidas a partir do programa Desenrola Fies.

Por Cecília Fernandes - Jornalista
Desenrola Fies. Foto: Reprodução/Pexels

Em primeiro lugar, o Desenrola Fies é um programa desenvolvido pelo Ministério da Educação. Neste contexto, o principal objetivo do programa é oferecer descontos em dívidas obtidas por meio do financiamento estudantil.

- continua depois da publicidade -

Atualmente, o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) é um dos principais programas de financiamento da graduação no país. Contudo, também possui uma das maiores inadimplências. Entenda mais a seguir.

O que é o Desenrola Fies?

O Desenrola Fies é um programa de renegociação das dívidas estudantis lançado em novembro de 2023. Sobretudo, pretende reduzir a inadimplência dos estudantes e promover uma retomada do crédito desses beneficiários no mercado.

- continua depois da publicidade -

A princípio, o Desenrola Fies pretende proporcionar oportunidades de negociação para os contratos celebrados até o fim de 2017. Especificamente, os que estão com débitos vencidos e não pagos até o dia 30 de junho de 2023.

Atualmente, as instituições envolvidas nessa iniciativa são a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil. Porém, depende de qual instituição financeira o estudante assinou o contrato.

Como renegociar as dívidas?

O primeiro passo para renegociar a dívida é entrar em contato com o agente financeiro responsável. Atualmente, as instituições envolvidas nessa iniciativa são a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil.

- continua depois da publicidade -

Portanto, a renegociação começa com a instituição financeira que o estudante assinou o contrato. O contato pode ser estabelecido com os aplicativos ou presencialmente nas agências bancárias.

Os estudantes em dívida precisam informar o interesse em renegociar os débitos por meio do Desenrola Fies. Posteriormente, o agente bancário informará quais são os passos, procedimentos e documentos que precisam ser apresentados.

Os benefícios preveem descontos de até 99% do valor da dívida para os estudantes inscritos no Cadastro Único. Essa porcentagem de desconto também contempla os inscritos no auxílio emergencial em 2021.

- continua depois da publicidade -

Além disso, há a redução de 100% nas taxas de juros e condições vantajosas de parcelamento. As condições de pagamento preveem o atendimento de estudantes com débitos vencidos e não pagos por até 360 dias.

A depender da condição de cada solicitante, é possível parcelar o débito em até 150 parcelas mensais com base no valor financiado e pendente. Tudo isso mantendo as garantias e taxas previstas no contrato inicial.

Quais são os resultados da iniciativa?

Até o momento, estima-se que mais de R$ 9 bilhões em dívidas foram renegociados. A expectativa é chegar até R$ 55 bilhões e atender 1,2 milhão de estudantes até o fim do programa.

- continua depois da publicidade -

Em números específicos, estima-se que 196.776 estudantes foram beneficiados, conforme dados do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) em fevereiro de 2024. A proposta é reduzir a inadimplência entre os estudantes.

Ao todo, o Governo Federal estima que mais de 18% dos estudantes e profissionais vinculados à dívidas do Fies estão saindo do vermelho. Mais do que quitar débitos, o programa auxilia na regularização do CPF dos cidadãos.

Com isso, será possível recuperar o poder de compra no mercado e incentivar o consumo entre os brasileiros. Para dimensionar o impacto do programa, mais de R$ 382 milhões voltaram para os cofres públicos somente com os valores de entrada.

- continua depois da publicidade -

No geral, os beneficiários do Fies que estão em dívida com o Governo Federal poderão negociar os débitos até o dia 31 de maio de 2024. Este é o prazo limite para aproveitar as condições especiais ofertadas pelas instituições financeiras através do programa.

#Tópico
Share
Cecília Fernandes
Por Cecília Fernandes Jornalista
Seguir
Candanga de nascença, goiana de criação. Jornalista e Produtora Audiovisual